quinta-feira, 20 de março de 2008

Vergonha na Escola 2

O vídeo que coloquei abaixo chocou-me. Prolifera pelo Youtube, embora algumas versões tenham sido censuradas devido à violência.

Uma professora da Escola Carolina Michaelis, no Porto, retirou a uma aluna um telemóvel. A aluna não gostou e travou uma luta violenta com a professora.

Espero sinceramente que este seja um caso isolado. Mas mesmo assim é motivo de ampla preocupação. É aqui que deve ser centrado o debate da educação em Portugal e não na avaliação dos professores.

Parece que este caso vergonhoso se passou numa turma do 9º. ano. A aluna ficará marcada para toda a sua vida porque, seja lá o que vier a ser, nunca vai poder exigir respeito. Não o teve para com a sua professora. A professora vai sentir-se insegura naquela turma. Depois da humilhação que sofreu imagino a dificuldade que terá em voltar a encarar aquela aluna.

O caso é, no entanto, mais grave do que aparenta. A turma aparentou uma indiferença de mais de um minuto e depois aquela cena até recebeu alguns apoios. O aluno que filmava, também com um telemóvel, pedia aos colegas para sair da frente. Alguém advertia que "a velha vai cair".

Este caso foi divulgado no Jornal da Noite, na TVI. Será esta a realidade da educação? Porque se for imagino como será a escola do futuro. Um polícia em cada sala de aulas para garantir a segurança. Câmaras de vigilância (diversas) espalhadas pelas salas. À porta de cada escola haverá uma minuciosa revista para impedir a entrada de armas ou objectos que possam colocar em risco a vida de alguém. Estabelece-se o estado de sítio em cada estabelecimento de ensino. Será visto como um campo de batalha.

Talvez esteja na escola a razão do que vai mal. São estes alunos que amanhã serão os profissionais que estarão à frente dos desígnios políticos e técnicos do país? Ou será que os alunos aprendem estes comportamentos em casa?

Que saudades do meu tempo de escola!

2 comentários:

Margarida disse...

Os pais que vejam os monstrinhos que estão a criar, por culpa exclusiva deles da falta de atenção que dão aos filhos, e pelos substitutos que lhes arranjam, invocando desculpas esfarrapadas.
Isto reflecte a sociedade em que vivemos ligada a coisa superfulas, e cuja posse requer a perda da educação, e até da dignidade enquanto seres humanos.
A minha mensagem vaia para os pais em forma de pergunta PARA QUE NECESSITA UM ADOLESCENTE DE UM TELEMÓVEL?
QUE PENSAM FAZER PARA EVITAR QUE ESTE TIPO DE COMPORTAMENTO (O DA ALUNA AGRESSORA E O DOS RESTANTES PASSIVOS E COLABORANTES COM A COLEGA) SE VENHA A PASSAR COM OS VOSSOS FILHOS?

Anónimo disse...

Tendo em conta o que todos nós podemos ver pelas imagens, fico sem palavras para poder comentar.
não condeno só a actitude dos alunos, e muito menus ponho em causa a educação dada pelos pais as estes jovens, mas que algo está mas, está.
É alarmante esta situação, falamos de um simples professora que retirou devidamente um telemóvel a uma aluna numa sala de aula, agora imaginemos nós se fosse outra coisa.... qual seria a reação?
O Governo tem um papel muito importante nestes casos, pois os alunos passam a grande parte da sua vida(em quanto estudantes) nas escolas, logo o plano educativo tem que ser preparado com muito cuidade, falamos de jovens que na sua maioria não tem noção da vida e de sertas responsabilidades.
Mas o que eu espero é que esta situação tenha sido a unica ( embora não ecredite muito).
Que este exemplo sirva para alguma coisa.
Todos nós podemos ajudar para termos um Portugal melhor.

Bom trabalho Ed
Abraço

Rui Pires da Silva