segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Tecno Tretas é novo link do Actas Diárias

Quero apenas dar as boas-vindas a um novo Blog linkado neste:

http://tecnotretas.blogspot.com/

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Simpsons fizeram 20 anos

Os Simpsons fizeram 20 anos a 17/12/2009. Parabéns aos seus criadores! Ficam aqui três registos.





terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Medicina definida, Hospital em falta

Aveiro, 15 Dez (Lusa) - A criação de um curso de Medicina em Aveiro é mais um passo para corrigir o "erro histórico" que constituiu o desinvestimento na formação de médicos, disse hoje o primeiro-ministro.

"Nós, na década de 80 e princípios da década de 90, estávamos a formar cerca de 500 médicos, menos de metade daquilo que formávamos nos anos 70, e isso conduziu a um problema: o país tem hoje falta de médicos e muitos e muitos médicos que se vão reformar", disse José Sócrates durante a cerimónia de criação do novo Curso de Medicina da Universidade de Aveiro.
O chefe do Governo diz que a criação do novo curso é mais um passo para corrigir esse "erro histórico", salientando que o projecto do consórcio entre a UA e Universidade do Porto recebeu o parecer positivo de uma comissão científica independente internacional.
© 2009 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.


Uma proposta aproveitada


Fui cabeça-de-lista do PND (Partido da Nova Democracia) na últimas Legislativas pelo Círculo Eleitoral de Aveiro. A primeira proposta da minha lista dizia, relativamente à Saúde: "Queremos a construção de dois novos hospitais (Águeda e Aveiro). Queremos um centro de excelência dedicado à Pediatria, assim como a reabertura das maternidades de Oliveira de Azeméis e Águeda. Queremos a abertura 24 horas/dia de SAP's em todas as sedes de concelho. Queremos uma licenciatura de medicina na Universidade de Aveiro associada ao novo Hospital de Aveiro."

Saúdo este Governo pela coragem de avançar com esta proposta que apresentamos nas últimas Legislativas, mesmo contra alguns interesses corporativos. Esperamos que saiba passar das palavras aos actos e avance com determinação.


Contra visão retrógada

Mariano Gago traduziu bem esta noite, na RTP N, uma certa visão retrógada do ensino superior. Quem obtém hoje uma licenciatura em Portugal pode ir trabalhar para qualquer parte do mundo e não ficam dentro desta redoma chamada Portugal. Formar médicos em Portugal é de extrema importância. Alguns dos médicos formados em Aveiro irão certamente trabalhar para a Europa, América e países lusófonos. É o nono curso de Medicina em Portugal e arrancará em 2011.

Falta Hospital

Falta agora a construção de uma infra-estrutura adequada à saúde, para o distrito de Aveiro. Não entendo porque todos os distritos à volta (Porto, Viseu e Coimbra) dispõem de hospitais condignos, e Aveiro fique à margem das infra-estruturas de qualidade no campo da saúde.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Fúria Divina

Comecei a ler “Fúria Divina” em 15/10/2009 e terminei em 12/12/2009. Confesso que nunca pensei ler 583 páginas em menos de dois meses, mas tal justifica-se com o que disse o jornal italiano “Corriere della Sera”: “José Rodrigues dos Santos mantém o leitor colado à história”. Opinião que complementaria com a do americano “Shelf Awareness”: “José Rodrigues dos Santos fascina e informa, ao mesmo tempo que entretém”.

Sétimo Romance de José Rodrigues dos Santos

O sétimo romance de José Rodrigues dos Santos (já li “A Fórmula de Deus” e a “Ilha das Trevas”) começa num dos locais que mais me fascinaram no mundo: a Lagoa das Sete Cidades, nos Açores, seguindo de imediato para as Furnas. Mas há duas histórias paralelas neste livro que se vão aproximando. Paisagens vão aguçando a nossa criatividade imaginativa em locais como o Cairo (Egipto), Lahore (Paquistão), as montanhas do Afeganistão, Veneza (Itália), Ierevan (Arménia), Lisboa (Portugal) e finalmente New Jersey (Estado Unidos da América) onde fundamentalistas islâmicos se preparavam para deflagrar uma bomba nuclear de consequências imprevisíveis, muito próximo de onde o Presidente da maior potência mundial discursava.
O personagem islâmico principal, Ahmed, nasceu em 1969. Tal como eu. Muito crente iniciou-se muito cedo nos negócios mas foi apanhado pela polícia egípcia e colocado em prisões onde assistiu a atrocidades indescritíveis. Alistou-se na Al-Jama’a e foi-lhe confiada a missão de ser uma célula adormecida, sendo enviado para Lisboa, onde deveria entrar em engenharia. Seguiu para campos de treino no Afeganistão, altura em que se deu o 11 de Setembro de 2001. Foi chamado às montanhas e Bin Laden confiou-lhe a tarefa de fazer detonar uma bomba nuclear.
Recomendo este livro!

O que mudava no livro

No meu entender este livro está acima da média das centenas de livros que já li. Mas o facto de ter de dar os parabéns ao autor não me impede de traçar algumas considerações.
Em primeiro lugar considero que o autor exagera nos termos árabes utilizados. Em muitas ocasiões temos de andar a saltar o livro para trás para verificar o que quer aquela palavra dizer. Esta situação era facilmente ultrapassada se José Rodrigues dos Santos colocasse numa página um pequeno dicionário.
Na minha opinião o local escolhido para terminar a história deveria situar-se em Lisboa, ou pelo menos na Península Ibérica. Tudo levava a crer desde o início que tal iria suceder. O restabelecimento do islão em Portugal e em Espanha (na Al Andaluz) sempre foi o pretexto para tudo o que se passou na parte inicial do livro. Justificava-se melhor a entrada de Lisboa neste livro.

O islamismo

Começo por dizer que sou um católico assumido e contra todo o tipo de fundamentalismos. Respeito todas as pessoas independentemente da religião que possam professar.
No entanto este livro ajuda a perceber a “jihad” islâmica. Num diálogo do livro é referido: “Só há um Deus: Alá! Só há uma autoridade na Terra: Alá! Só há uma lei: a sharia! Mas aqui, no Egipto e nos países que se dizem do islão, a autoridade é do governo e a lei que vigora é a lei desse governo. E eu pergunto: é isso o islão? Claro que não! Claro que não! Estes governos que se dizem do islão são, na verdade, jahili, uma vez que estabelecem limite à sharia, não punindo os adúlteros com a lapidação até à morte nem ordenando a amputação da mão direita dos ladrões, nem sequer considerando que a apostasia é crime, conforme está previsto na Lei Divina. Uma pessoa pode ser adúltera, bêbada ou até kafir, mas desde que obedeça à lei humana é classificada como boa cidadã! Isto faz algum sentido? E um crente que mate uma adúltera à pedrada, respeitando assim a sharia, é, imagine-se!, classificado como criminoso e fanático e até vai para a prisão! É este um país islâmico? Como já te expliquei, Alá ordena no Santo Alcorão que se respeitem todos os Seus preceitos, não apenas alguns.”
Outra passagem do livro que ajuda a perceber é a que refere: “Dizer que um crente pode ser democrata é o mesmo que dizer que um crente pode ser politeísta. As duas coisas são contraditórias, é como querer misturar água e azeite! A democracia prevê liberdade de religião, incluindo o direito de as pessoas mudarem de crença, mas isto vai contra o islão, como muito bem sabes! Não foi o Profeta, que a paz esteja com ele, que decretou a pena de morte para os apóstatas? Como pode isso ser compatível com a liberdade de religião? A democracia prevê também a liberdade de expressão, o que significa que se pode até criticar Alá e as suas decisões. Ora o islão proíbe terminantemente que se faça tal coisa.”
Mas a melhor explicação do islão surge, quanto a mim, na página 295: “O islão não é o cristianismo. Nós temos esta fantasia de que os profetas promovem sempre a paz e de que para eles a vida é sagrada, seja em que circunstância for. Em momento algum os profetas aceitam que se faça guerra e se mate outras pessoas. (…) Quando um cristão faz a guerra, é importante que perceba que ele está a desobedecer a Cristo. Não foi Jesus que disse que, quando nos batem numa face devemos dar a outra? Ao recusar-se a dar a outra face e ao optar pela guerra, o cristão está a desobedecer ao seu Profeta, ou não está? (…) Pois essa é uma importante diferença entre o cristianismo e o islão. É que, no islão, quando um muçulmano faz a guerra e mata gente pode estar simplesmente a obedecer ao Profeta. Não se esqueça que Maomé era um chefe militar! No islão pode acontecer que o muçulmano que se recuse a fazer a guerra seja precisamente aquele que desobedece ao seu Profeta!”

As mulheres no islão

Há várias passagens sobre o papel da mulher nesta religião mas penso que a primeira que me chocou é elucidativa.
“”Toma sua cabra!”, gritava o pai no quarto. “Eu mato-te, ouviste? Eu mato-te!”
Sons de impacto.
“Pára! Pára!”
Era a mãe a implorar.
Para se isolar dos sons brutais que lhe chegavam ao exterior, Ahmed pôs-se a recitar mentalmente o Alcorão. Num esforço de se abstrair da violência e de se convencer de que o correctivo que estava a ser aplicado à mãe era justo, escolheu os versículos relacionados com o papel da mulher, e em particular o versículo 34 da sura 4.
“«Os homens têm responsabilidade sobre as mulheres, porque Deus favoreceu a uns em relação aos outros, e porque eles gastam parte das suas riquezas em favor das mulheres»”, recitou num murmúrio quase inaudível. “«As mulheres piedosas são submissas às disposições de Deus; são reservadas na ausência dos seus maridos no que Deus mandou ser reservado. Àquelas de quem temais desobediência, admoestai-as, confinai-as nos seus aposentos, castigai-as. Se vos obedecem, não procureis pretexto para as maltratar. Deus é altíssimo, grandioso».”

Huey Lewis & The News - Happy To Be Stuck With You

domingo, 13 de dezembro de 2009

Morreu Paul Samuelson

Fica aqui a minha singela homenagem ao economista Paul Samuleson que morreu, este domingo, aos 94 anos de idade, na sua casa no Massachusetts, nos EUA, conforme indicou o Massachusetts Institute of Technology (MIT).

O trabalho do Prémio Nobel da Economia de 1970 foi fundamental para a base da economia moderna, uma vez que aplicou uma análise matemática rigorosa para explicar o equilíbrio entre os preços e entre a oferta e procura.

Samuelson ficou ainda conhecido pelo seu livro «Economia: uma Análise Introdutória» que foi traduzido em 40 línguas e vendeu mais de quatro milhões de cópias desde a sua publicação em 1948. Uma das minhas "bíblias" da faculdade e que ainda guardo "religiosamente" na 12ª. Edição, que eu adquiri em 1990 e aqui reproduzo.

sábado, 5 de dezembro de 2009

Brasil, Costa do Marfim e Coreia do Norte no caminho de Portugal

O sorteio ditou ontem na África do Sul que Portugal jogará na primeira fase do Mundial de 2010, a realizar no continente africano pela primeira vez em Junho do próximo ano, com Brasil, Costa do Marfim e Coreia do Norte.

A imprensa mundial apelidou este grupo G como o grupo da morte. Será certamente um grupo muito difícil dada a enorme criatividade da Costa do Marfim, considerada por muitos como a melhor selecção africana, e da Coreia do Norte, que usa uma táctica defensiva difícil de ultrapassar. Quanto ao Brasil, os 6-2 que o treinador português, Carlos Queiroz, já sofreu dirão muito das diferenças entre a melhor selecção do mundo (com quatro jogadores a jogar no Benfica e Futebol Clube do Porto)e a portuguesa.

Curioso será que na selecção portuguesa estarão certamente 3 brasileiros naturalizados portugueses (Deco, Pepe e Liedson) que levou já algumas pessoas a dizer que o jogo Brasil-Portugal será um Brasil A contra Brasil B. Agora imaginem que o treinador ainda era Felipe Scolari. Apelaria a todos que colocassem bandeiras portuguesas às janelas?

Estão criados os ingredientes e a enorme expectativa para o Mundial 2010. Portugal vai parar no mês de Junho de 2010. Mais um aperitivo no vídeo comercial da Nike abaixo.

Earth Song - Michael Jackson

Em vésperas da Cimeira de Copenhaga penso que este videoclip devia ser (re)visto! Eu não consegui deixar de o ver até ao último segundo... Este vídeo ganhou em 1996 o prémio Le Film Fantastique de Melhor Clip e foi indicado ao Grammy de Melhor Clip de 1997.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Hélio dos Passos - Morena do Rio Turvo

Afinal a música pimba não é um exclusivo português!!!

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

A desertificação no interior de Portugal

Está neste preciso momento a ser exibida na SIC Notícias esta reportagem sobre a Desertificação do Interior de Portugal.

Venceu um prémio promovido pela Associação Nacional de Municípios (ANMP) e muito bem. É um excelente documentário para que os nossos governantes vejam o estado em que deixam o nosso país.

Portugal corre cada vez mais a duas velocidades. Fecham-se todo o tipo de serviços (escolas, centros de saúde, tribunais,...) em prol da optimização das despesas. Como se as pessoas fossem números. Em contrapartida, nas grandes cidades como Lisboa, não há pejo em gastar com organização de grandes eventos como a XIX Cimeira Ibero-Americana que hoje terminou ou o Tratado de Lisboa que confere mais organização à Europa.

Urge mudar.

Expo-98, Estádios de Futebol, pontes, TGV ou aeroportos são palavras que figuram apenas nos dicionários próximos do mar. O interior é para os velhos e para os lavradores. O interior está desertificado, moribundo. Vai ser terra baldia, de ninguém. As pessoas partem... mas não voltam!

Parabéns SIC por mais uma excelente reportagem que aliás secunda, no dia de hoje, a apresentada pelo pivot do "30 Minutos" da RTP, José Rodrigues dos Santos. A comparação entre as conversas sobre as dificuldades da vida passadas numa cabeleireira de Lisboa em contraste com uma de Baião


segunda-feira, 30 de novembro de 2009

domingo, 29 de novembro de 2009

Asas às nossas capacidades

Esta publicidade da LG (abaixo) já existe em português, mas não a encontrei no Youtube. Contudo admiro a mensagem subjacente neste anúncio.

Todos nós temos capacidades que não ousamos colocar em prática. Ou porque os outros também não fazem, ou porque não confiamos em nós mesmos. Ou simplesmente porque até desconhecemos que temos determinadas faculdades.

Nesta publicidade, a gaivota olha para o céu e vê um avião. Então descobre no meio de outras pequenas gaivotas (faz lembrar o "Ensaio Sobre a Cegueira", de José Saramago) que ela também tem asas e pode utilizá-las para voar.

Tenta. Atira-se de uma falésia para o mar e as outras deixam de a ver. Uma pequena gaivota abana a cabeça em sinal de desaprovação pela ousadia daquela sua colega, numa atitude de quem diria, à boa maneira portuguesa: "Eu bem a avisei!".

Acontece que as asas funcionaram e a gaivota voou.

Lembram-se do que aconteceu com os marinheiros portugueses que partiram de Lisboa para os descobrimentos? Consta-se que apareciam lá pelo cais, na partida dos marinheiros para as grandes descobertas, uns velhos (denominados "Velhos do Restelo") que vaticinavam o fim daquelas pessoas que ousavam enfrentar o mar e o fantasma do "Gigante Adamastor".

Em tudo na vida é preciso visão. E só os mais ousados vingam. Outros caem, mas não desistem com a primeira queda e mais tarde ou mais cedo são eles os vencedores.



domingo, 22 de novembro de 2009

Jorge Ferreira - Morreu um amigo...

Jorge Ferreira, fundador do PND, faleceu ontem de manhã, aos 48 anos, vítima de doença prolongada.

Jorge Ferreira era advogado de profissão, tendo a par dessa actividade sido líder parlamentar do CDS-PP entre 1996 e 1998. Durante a liderança de Manuel Monteiro no partido foi ainda vice-presidente dos democratas-cristãos, o que prolonga uma ligação com Monteiro que vinha já desde a Juventude Centrista e se manteve em Novembro de 2003 com a fundação do PND (Partido da Nova Democracia).

Jorge Ferreira em Cedrim

Em 26 de Novembro de 2005 Jorge Ferreira esteve em Cedrim no "Conversas na Aldeia" (na foto com a Dra. Susana Barbosa, comigo e com o Dr. Manuel Monteiro) num evento organizado pela Junta de Freguesia.
Recordo-me do dia em que resolvi entrar para o PND (no início de 2005) e a Dra. Susana Barbosa, como Coordenadora Distrital de Aveiro, me convidou para um jantar em Aveiro, a fim de acertarmos detalhes. A meio do jantar recebeu um telefonema que lhe dava conta que havia a possibilidade do Dr. Jorge Ferreira ser Cabeça-de-Lista do PND de Aveiro. Eu não queria crer... "O Dr. Jorge Ferreira? Aquele que já foi líder da bancada parlamentar do CDS e candidato à Câmara Municipal da Amadora?", interroguei eu. O Dr. Jorge Ferreira era uma pessoa que me fascinava como parlamentar e um político que tinha como referência.
A minha primeira reunião com o partido ocorreu pouco depois em Vale de Cambra. Nessa reunião já estava presente o Dr. Jorge Ferreira e traçavam-se as linhas orientadoras para as Legislativas de 2005, que ocorreriam em Março.
Nos finais de 2005 acompanhei o Dr. Jorge Ferreira e a Dra. Susana Barbosa numa reunião com o Prof. Élio Maia (Presidente da Câmara Municipal de Aveiro). Em causa estava o destino a dar ao antigo Estádio Mário Duarte e a situação financeira da autarquia aveirense. Apesar de lisboeta revelou conhecer bem a realidade aveirense, um distrito ao qual deu especial atenção durante os últimos quatro anos, com crónicas semanais no jornal "Diário de Aveiro".
Em finais de 2006 apresentei uma proposta numa reunião nacional do PND para que fossemos contra o fim do Porte Pago à imprensa local e sugeri que visitássemos alguns jornais regionais. O Dr. Jorge Ferreira foi das únicas vozes contra. Dizia ele, com determinação, que era contrário a todo o tipo de subvenções às empresas. Estas não devem sobreviver porque são subsidiadas, defendia. Contudo, a maioria foi ao encontro da minha proposta e o Dr. Jorge Ferreira, refém da democracia, aceitou (com as devidas reservas e os meus argumentos de transmissão da lusofonia que a imprensa regional representa) a decisão da Direcção Nacional.
Guardo dele uma boa disposição sempre presente. Recordo um almoço em Lisboa, próximo do Hotel Altis, após o término do 3º. Congresso do PND, em Novembro de 2006. Fervoroso adepto do Benfica (assunto que gostava de brincar com ele) e inseparável do cigarro, deixou-nos ontem... Até sempre amigo! Que a alma descanse em paz!

"Morreu o amigo", diz Manuel Monteiro

Numa primeira reacção à morte de Jorge Ferreira, Manuel Monteiro lamentou o desaparecimento do amigo: "Na vida podemos ter amigos. O Jorge Ferreira não era um amigo, mas o amigo". Manuel Monteiro lamentou a morte daquele que foi sempre o seu braço direito, o amigo "autêntico, verdadeiro, leal e combativo".
Num elogio às qualidades daquele que era o seu "braço-direito" na política, Manuel Monteiro sublinhou que "se é verdade que há pessoas que se preocupam mais com o ter do que com o ser, Jorge Ferreira não se preocupava sequer em aparentar ser. Ele era autêntico, verdadeiro, leal e combativo. Foi das pessoas mais inteligentes que tive a oportunidade de conhecer em toda a minha vida".
Jorge Ferreira "era um homem brilhante, que lutou até ao fim. Mesmo sabendo que a morte se aproximava, nunca desistiu da vida", acrescentou.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Adam Lambert - Time For Miracles (música oficial do filme "2012")

Alphaville - Big In Japan Live (1984)

Os Simpsons - A Evolução do Homer

Exemplo de Fair Play (Ajax x Den Haag)

Existem situações na vida que nos fazem acreditar que é sempre possível sermos melhores do que somos !

Temos aqui um bom exemplo: Durante um jogo de futebol, na Holanda, um jogador da equipa de vermelho - o Ajax - sofreu uma falta e ficou magoado, caído no chão. Um dos jogadores da equipa adversária - equipada de amarelo - como é hábito, atirou a bola para fora para que o jogador magoado fosse atendido.

Quando o jogador ficou recuperado o lançamento pertenceu ao Ajax (de vermelho) e, como manda o desportivismo, um jogador do Ajax tentou devolver a bola para o campo do adversário. Só que o fez de forma desajeitada e, sem querer, acabou por meter golo!

Todos, incluindo o jogador que, sem querer, meteu golo, ficaram atrapalhados. Mas o árbitro considerou o golo válido!

A bola voltou ao centro para o jogo ser retomado com aquele injusto resultado.

Foi nesse momento que os jogadores do Ajax, com grande espírito desportivo, rapidamente tomaram uma resolução: Ficarem todos quietos para permitir à equipa adversária - os de amarelo - fazerem eles também um golo para repor a justiça no resultado. E foi isso que aconteceu!!!

É impressionante o sentido de justiça da equipa do Ajax - de vermelho - e o bom entendimento entre todos eles para que nenhum se movimentasse. Eles queriam ganhar, mas a vitória teria que ser "limpa" e "justa"!

Aqui fica para que chegue a todos: Às Famílias, às Escolas, às Empresas... Quem sabe se chega também à Assembleia da República, ao Governo, aos Tribunais...

Todos precisamos de aprender com exemplos de honestidade...



domingo, 8 de novembro de 2009

Este é o Brasil que se ri do atraso de Portugal?

Este é o Brasil que se ri do atraso de Portugal? Afinal qual é a terra dos preconceitos, da intolerância? Dificilmente se veria um português cuspir num monumento brasileiro, porque existe respeito pelos antepassados. Mas também dificilmente haveria uma Universidade(!!!) portuguesa a ter este tipo de preconceito. E chamam uma mini-saia a um vestido daqueles?(!!!) A moral, os bons costumes, os valores e os princípios devem ser preservados, mas não é com acções destas... Antes de atirar a primeira pedra, veja se não pecou.


Plastico - Ruben Blades

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

LIPDUB - I Gotta Feeling (Comm UQAM 2009) - LEGENDADO

Este vídeo foi produzido durante a semana de integração da UQAM (Quebec, Canadá) com 172 estudantes de comunicação. Feita em 10 de setembro 2009 em 2h15min.


sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Ex-Operacional da Al Qaeda apresenta livro de Rodrigues dos Santos

Abdullah Yusuf, um ex-operacional da Al Qaeda que já terá estado com Ossama Bin Laden e planeou um atentado reivindicado pela rede terrorista, vai estar presente no lançamento de 'Fúria Divina', o novo romance de José Rodrigues dos Santos, que será lançado amanhã, sábado, às 17h00, no Centro Comercial Colombo, em Lisboa.


Segundo a editora Gradiva, José Rodrigues dos Santos contactou Abdullah Yusuf durante o processo de pesquisa para a escrita do romance sobre o Islão radical. O ex-operacional da Al Qaeda, que se tornou um consultor para 'Fúria Divina', já se encontra em Portugal, vindo de um país africano.
Também presente no lançamento, que decorrerá na praça central do Colombo, às 17h00 de sábado, estará o general Leonel Carvalho, antigo chefe do Gabinete de Segurança Interna do Governo português.
'Fúria Divina' é o último de uma série de romances do jornalista da RTP, como 'A Filha do Capitão', 'O Códex 632'. 'A Fórmula de Deus'. 'A Ilha das Trevas', 'O Sétimo Selo' e 'A Vida num Sopro', que já venderam 800 mil exemplares em Portugal.
Leonardo Ralha... in "Correio da Manhã"

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Clearly Smirnoff

Escola 1969-2009

Essa pergunta foi a vencedora num congresso sobre vida sustentável.

"Todos pensam em deixar um planeta melhor para os nossos filhos... Quando é que pensarão em deixar filhos melhores para o nosso planeta?" É urgente mudar! Uma criança que... aprende o respeito e a honra dentro da própria casa e recebe o exemplo dos seus pais, torna-se um adulto comprometido em todos os aspectos, inclusive em respeitar o planeta onde vive...

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Baleia ou Sereia?

Recebi esta mensagem de uma amiga minha e não resisto a transcrevê-la aqui:

"Há uns dias, vi um cartaz, com uma jovem espectacular, na montra de um ginásio, dizia: "ESTE VERÃO, QUERES SER SEREIA OU BALEIA?"


Desculpem-me mas como não sou de levar coisas engasgadas para casa respondi assim à pergunta publicitária nestes termos: "Estimados Senhores: As baleias estão sempre rodeadas de amigos (golfinhos, leões-marinhos, humanos curiosos). Têm uma vida sexual muito activa, engravidam e têm baleiazinhas ternurentas, às quais amamentam. Divertem-se à brava com os golfinhos, enchendo a barriga de camarões. Brincam e nadam, sulcando os mares, conhecendo lugares tão maravilhosos como a Patagónia, o mar de Barens ou os recifes de coral da Polinésia. As baleias cantam muito bem e até gravam CD's. São impressionantes e praticamente não têm outros predadores além dos humanos. São queridas, defendidas e admiradas por quase toda a gente. As sereias não existem. E, se existissem, fariam fila nas consultas dos psicanalistas, porque teriam um grave problema de personalidade, "mulher ou peixe?". Não têm vida sexual, porque matam os homens que delas se aproximam, além disso, por onde? Por isso, também não têm filhos. São bonitas, é verdade, mas solitárias e tristes. Além disso, quem quereria aproximar-se de uma rapariga que cheira a peixaria? Para mim está claro, quero ser baleia. P.S.: Nesta época em que os meios de comunicação nos metem na cabeça a ideia de que apenas as magras são bonitas, prefiro desfrutar de um gelado com os meus netos, de um bom jantar com um homem que me faça vibrar, de um café e bolos com os meus amigos. Com o tempo ganhamos peso, porque ao acumular tanta informação na cabeça, quando já não cabe, espalhasses pelo resto do corpo, por isso não estamos gordas, somos tremendamente cultas. A partir de hoje, quando vir o meu rabo no espelhos, pensarei, Meu Deus, que inteligente que sou..."

sábado, 3 de outubro de 2009

Rio de Janeiro recebe Jogos Olímpicos 2016

À terceira foi de vez. A cidade do Rio de Janeiro foi a escolhida para organizar os Jogos Olímpicos de 2016.

Depois dos fracassos de 2004 e 2012, o anúncio do COI levou a uma explosão de alegria entre as dezenas de milhares de cariocas presentes na Praia de Copacabana. Uma festa onde não podia faltar o tradicional samba.

Os membros Comité Olímpico Internacional reunidos em Copenhaga elegeram a candidatura do Rio “Viva sua Paixão” com 66 votos contra os 32 obtidos pela de Madrid “Tengo una Corazonada”.

Na votação final, os membros do COI concluíram que a candidatura da “Cidade Maravilhosa” era a mais forte.

Antes já tinha ficado pelo caminho Chicago e Tóquio excluídas, nas duas primeiras votações.

O presidente brasileiro, Lula da Silva, tinha pedido uma oportunidade e agora vê o seu pedido atendido.

Os Jogos Olímpicos de 2016 serão os primeiros realizados na América do Sul.

O Rio de Janeiro vai acolher o maior evento desportivo do mundo, dois anos depois de receber o Campeonato do Mundo de futebol.

Agora é hora de por mãos à obra, mas antes sobra ainda tempo para um pezinho de dança.


Com a devida vénia da Euronews




coca cola ad. a rats mission

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Woman needs help with bra

Asfixia Ortográfica

Hoje o Senhor Presidente da República, Cavaco Silva, veio em horário nobre de telejornais dizer que a segurança da informação que tem nos seus computadores revelou-se "vulnerável".

Por trás de tudo isto esteve um e-mail entre o editor de política do "Público" e um assessor de Belém. Não vou "esmiuçar" esse e-mail que não se sabendo muito bem como (!) foi parar à redacção do "Diário de Notícias", mas tão só revelar alguns erros ortográficos que ele contém. Então Luciano Alvarez escreve "conseguir-mos"!!! em vez de conseguirmos e "pudemos"!!! em vez de podemos?


Mas o dia de hoje tem sido fértil em gaffes ortográficas. No "Jornal Nacional" da TVI desta noite (29/09/2009) aparece no ecran que os portugueses preferem que o PS governe "sosinho"!!!


Hoje, no MSN uma amiga minha questiona-me "entao ja descansas-te tudo?", quando devia ter escrito "então já descansaste tudo?"


Serão sinais da avaliação dos professores ou da obrigatoriedade de passar os alunos, mesmo que não percebam nada de português? Nem quero imaginar os universitários do futuro. Os docentes que se preparem porque têm de adquirir um descodificador da nossa língua. Não "axam"?

terça-feira, 29 de setembro de 2009

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

For the Birds

U2 em Portugal

Que boa notícia a de hoje! Em vésperas do último dia de campanha soube que os U2 vão estar em 2010 no Estádio Municipal de Coimbra. A propósito não são os únicos católicos que se deslocam a Portugal em 2010. Hoje também soube-se que o Papa vem a Fátima no próximo ano. Afinal 2010 pode trazer a benção dos céus a este país... que bem precisa!

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Linda História Chinesa

Uma velha senhora chinesa possuía dois grandes vasos, cada um suspenso na extremidade de uma vara que ela carregava nas costas. Um dos vasos era rachado e o outro era perfeito.
Este último estava sempre cheio de água ao fim da longa caminhada da torrente até a casa, enquanto aquele rachado chegava meio vazio. Por longo tempo a coisa foi em frente assim, com a senhora que chegava em casa com somente um vaso e meio de água.
Naturalmente o vaso perfeito era muito orgulhoso do próprio resultado e o pobre vaso rachado tinha vergonha do seu defeito, de conseguir fazer só a metade daquilo que deveria fazer.
Depois de dois anos, refletindo sobre a própria amarga derrota, falou com a senhora durante o caminho: 'Tenho vergonha de mim mesmo, porque esta rachadura que eu tenho me faz perder metade da água durante o caminho até a sua casa...'
A velhinha sorriu: 'Você reparou que lindas flores tem somente do teu lado do caminho? Eu sempre soube do teu defeito e portanto plantei sementes de flores na beira da estrada do teu lado e todo dia, enquanto a gente voltava, tu as regavas. Por dois anos pude recolher aquelas belíssimas flores para enfeitar a mesa. Se tu não fosses como és, eu não teria tido aquelas maravilhas na minha casa.
Cada um de nós tem o próprio específico defeito. Mas o defeito que cada um de nós tem é que faz com que nossa convivência seja interessante e gratificante. É preciso aceitar cada um pelo que é e descobrir o que tem de bom nele.'

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

El Condor Pasa

El Condor Pasa. Libre! Saboreando el viento de las altas montañas. Tiene una visión ensanchada del horizonte. Por bajo de sí observa lo que resta de civilizaciones ancestrais, ya desaparecidas. El mundo entero a su vuelta. Escoge el mejor local para hacer su nido, un conforto para donde regresa cuando el rey sol abandona la línea del horizonte. Que la libertad del condor nos sirva de ejemplo. Sepamos mantenernos firmes en nuestras convicciones, fuertes en nuestros principios e intransigentes en nuestros valores.

Un tributo a una condora peruana!

Edgar

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Tina Turner - We Don't Need Another Hero

Anna Mae Bullock, conhecida como Tina Turner, nasceu em Brownsville, Tennessee, a 26 de Novembro de 1939. A cantora de R&B, pop, rock e soul, dançarina, actriz e budista faz este ano: 70 anos!

Conhecida como a Rainha do Rock, por ter uma voz inconfundível e por usar os graves e os agudos de uma forma ímpar, pelos seus shows electrizantes, pela sua grande presença em palco e pelas suas pernas longas e bem proporcionadas. Tina Turner é a cantora de rock mais bem sucedida da história vendendo mais bilhetes do que qualquer outro artista na história da música e com vendas de álbuns superiores a 180 milhões. É reconhecida como a primeira Diva do rock. Tornou-se famosa por suas explosivas apresentações com o The Ike and Tina Turner Revue durante os anos 60 e 70 e pelo regresso a solo em 1984.

Aqui fica o meu tributo a uma referência musical da minha juventude!



segunda-feira, 13 de julho de 2009

Publicidade da água "Evian" - Think Big




“Think Big — Portugal precisa de Marcas Internacionais”, por Luís Rasquilha
21 de Novembro de 2005, por Meios & Publicidade


Vi há uns meses um amigo (José Torres da Bloom) fazer uma apresentação, brilhante, por ocasião da Semana Nacional do Marketing, apresentação essa que resumia o espírito luso como único a tentar encontrar objecções á consciência de que Portugal precisa de Marcas Internacionais.

A dura realidade diz-nos que exportamos 80% de Marca Branca e só 20% de Marca Própria e que facturamos menos 60% quando não temos marca. E sabemos que não conseguiremos enfrentar a concorrência imediata de países como China, Turquia ou República Checa que têm mão-de-obra mais qualificada e mais barata.

Apresentava o José Torres as principais conclusões de um estudo sobre as razões que levavam os empresários portugueses a não conseguirem vencer em novos mercados (incluindo os externos). Diziam eles que:

1. O mercado é muito agressivo e difícil de entrar. Muito obrigado pela novidade. Que eu saiba não há coisas fáceis. E é esta a principal razão apontada para não se explorarem novos mercados. Simplesmente brilhante e revelador da nossa visão empresarial. E que tal irmos á luta, hein?

2. Não temos massa crítica. Marcas como o Ikea ou a H&M contrariam esta tendência pois vêm de países de dimensões geográficas e populacionais não muito diferentes da nossa. Apenas são diferentes numa coisa: Atitude.

3. Os canais de distribuição são muito competitivos. A Renova é um excelente exemplo de que este pressuposto não passa apenas de mais uma desculpa para a fraca atitude empresarial vigente. Vide a sua actuação e entrada recente nos EUA.

4. Não somos inovadores. As experiências do catálogo A Vida é Bela (pioneiro no Experience Marketing) e a Via Verde, que é talvez o melhor e mais completo exemplo da capacidade inovadora em Portugal, contradizem esta razão. Já para não falar em coisas tão simples como a água. Algo que não tem diferenciação (na base) e que um país como França conseguiu fazer pagar o preço alto de uma Evian ou de uma Vitel. A importância da marca!

5. Não temos capacidade financeira. OK! Aqui concordamos. (mas só á 5ª). Quando pensamos na dimensão e volume do mercado concluímos ser mais difícil a viabilização de novos projectos, facto que acresce a dificuldade de obtenção de apoios (que sejam para projecto realmente credíveis e não para mais uns espertos ficarem mais ricos).

O grande desafio passa por conseguir utilizar as marcas como ferramentas de inovação para os produtos maximizando os recursos existentes. O segredo não está no fundo da gaveta, nos apoios do Estado (tão burocráticos e difíceis de obter que tornam o Time to Market obsoleto) ou numa ideia luminosa escondida entre o chuveiro e champõ.

Está no Think Big. Pensar em grande. É o que nos falta. E o que significa Think Big? Significa diferentes concorrentes, novas oportunidades pouco exploradas, novos desafios, novos riscos e muitos ganhos. E Portugal é bom nisto. Falta a atitude (e os prazos apertados).

Trailer: Idade do gelo 3

Um filme a não perder...


Rokia Traoré - kèlè mandi

Premiada pela BBC e pela revista Songlines, a cantora maliana Rokia Traoré é o maior fenómeno da world music na actualidade.


domingo, 12 de julho de 2009

A Verdadeira Amizade!

A VERDADEIRA AMIZADE FEMININA

Sofia ia a sair do cabeleireiro e encontrou a Carla na rua:

- Olá, Sofia!!! Cortaste o cabelo?
- Cortei, que achas?
- Estás muito gira, estás 10 anos mais nova. Essas madeixas ficam-te muito bem, está mesmo muito giro, vou fazer umas iguais!
- Ó Carla, é impressão minha ou estás mais magra?
- Sabes, fiz uma pequena dieta agora para o verão...

(meia hora de conversa depois...)

- Olha Sofia, querida, tenho de ir, adoro-te! Beijinhos e dá cumprimentos ao teu namorado!
- Carla, gostei de te ver, beijinhos...

Carla sai pensando: ...Como esta gaja ficou ridícula com aquele corte de cabelo! Será que ela não se vê ao espelho?

Sofia sai pensando: ...Esta Carla está cada vez mais gorda! Deve estar a morrer de inveja do meu penteado. Ainda quer fazer um igual? Ela que pense em emagrecer primeiro!

A VERDADEIRA AMIZADE MASCULINA

O Luís ia a sair do barbeiro e encontra-se com o Pedro:

- Então Luis, seu PALERMA! Como é? Foste à tosquia?
- Não seu DOIDO... Fui só cortar as patilhas!
- BOLAS, que PORCARIA de corte é este? Pareces um rabeta. Acho que andas a levar com ele!...
- É... Mas a tua namorada gosta!
- Vá porta-te!...ah!! olha, manda um beijo à boazona da tua irmã, ok?
- Vai-te LIXAR ó boi! Não DÁS para ela! Xau fica bem!

Pedro sai pensando: .. Este gajo pah... Cinco estrelas!

Luis sai pensando: ... Este CARAÇAS não muda.... é um espectáculo!

quinta-feira, 4 de junho de 2009

O Pragmatismo de Jennifer Aniston

Costumo dizer na brincadeira que infelizmente as mulheres não trazem livros de instruções. Pensei que apenas os homens tinham esta opinião!

Mas de facto não. Também há mulheres que partilham desta ideia. Depois de Sharon Stone ter reconhecido que as mulheres fazem o que querem dos homens é agora a vez da minha actriz preferida (depois de ver um dos melhores filmes que já vi - "Romance Arriscado" - onde era protagonista) , Jennifer Aniston, ter dito que "temos de dizer directamente aos homens o que realmente queremos. Eles não são leitores de mentes.".

Palavras sábias que me deixarão mais confortável quando me acusarem que "estou na horta e não vejo as couves". É que não tenho as faculdades de Mel Gibson em "O que as Mulheres Gostam".

Biografia de Jennifer Aniston (merece :) )

Jennifer Aniston, nome artistico de Jennifer Joanna Anastassakis, nasceu a 11 de Fevereiro de 1969 em Sherman Oaks na Califórnia.

Ficou conhecida com o seu papel de Rachel Green na famosa série "Friends", que durou 10 anos. Série que lhe valeu o Emmy de Melhor Actriz de Comédia.

É filha do actor John Aniston e da ex-modelo Nancy Dow. O padrinho de Jennifer era o famoso actor Telly Savalas. Esteve casada com o actor Brad Pitt durante 5 anos (20 de Julho de 2000 até 2 de Outubro de 2005).

Foi escolhida como a mulher mais bonita do mundo pela revista "People", e ainda foi considerada pela revista a celebridade mais bem vestida de 2006.

Namorou com os actores Noah Wyle, Matthew Perry, Angelo Forin (piloto de aviões brasileiro), Maurício Heloíso Jr. e o modelo e ex-boxeador Paul Sculfor.

Afilhada do actor Telly Savalas, teve a sua experiência como actriz aos 11 anos quando entrou para um pequeno clube dramático. Em 1987, frequentou a prestigiada High School of the Performing Arts de Nova Iorque, tendo protagonizado algumas peças de teatro amador. A sua primeira aparição televisiva deu-se na série Molloy (1990), a que se seguiram outros papéis secundários em minisséries.

A sua estreia cinematográfica fez-se com Leprechaum (1993), um filme de terror gore que passou quase despercebido. Quando os sucessivos fracassos levaram Aniston a considerar abandonar a carreira de intérprete, uma audição bem sucedida fez com que conseguisse o papel principal da série Friends (1994-2004). Esta série tornou-se extremamente popular a nível mundial e fez da actriz um dos rostos mais conhecidos da televisão americana.

No intervalo das gravações, participou em alguns filmes como Office Space (1999) e Rock Star (Uma Estrela de Rock, 2000). Filmou em seguida duas comédias de sucesso: Bruce Almighty (Bruce, o Todo-Poderoso, 2003), ao lado de Jim Carrey, e Along Came Polly (Romance Arriscado, 2004), onde fez par romântico com Ben Stiller, e, mais recentemente, The Break-Up (Separados de Fresco, 2006) onde contracenou com Vince Vaughn.